Características de detecção e tratamento de osteocondrose lombar

sintomas de osteocondrose lombar

A osteocondrose é uma doença da coluna vertebral, na qual os discos intervertebrais sofrem distúrbios distróficos degenerativos e, com eles, as articulações. O intervalo entre eles é reduzido, devido ao qual as terminações nervosas e raízes são comprimidas, o que leva à formação de uma síndrome de dor forte. Freqüentemente, as alterações patológicas ocorrem precisamente na zona lombar.

Como tratar a osteocondrose da coluna lombar - o médico irá informá-lo, pois a automedicação só pode piorar o quadro. A dificuldade reside no fato de que os sintomas da osteocondrose podem se manifestar em outras doenças, cujo tratamento apresenta diferenças fundamentais.

Informações básicas sobre a doença

Nem todo mundo sabe o que é osteocondrose da coluna lombar. Para entender a essência da doença, é preciso aprofundar a anatomia.

A vértebra é uma estrutura integral e densa na forma de um cilindro com um arco a partir do qual os processos se estendem. O corpo vertebral é fixado a eles com a ajuda de arcos e o forame vertebral está localizado no meio. São esses orifícios que formam o canal espinhal.

Nem todos os processos estão envolvidos na formação das articulações, mas apenas os superiores e inferiores, nos quais são possíveis pequenos movimentos de balanço. Existem aberturas entre as vértebras, que são limitadas por processos, é através delas que saem as raízes nervosas dos nervos espinhais.

As alterações patológicas aparecem primeiro no núcleo pulposo (estrutura semifluida com um centro gelatinoso na abertura do disco). O núcleo pulposo tem elasticidade máxima e é o principal amortecedor. E então o processo patológico se desenvolve nas articulações das vértebras, levando a um estreitamento do forame intervertebral.

O sacro é um osso grande e triangular localizado na base da coluna vertebral. É composto por cinco vértebras, que cresceram juntas e possuem superfícies anterior e posterior. Não há discos nesta seção e a osteocondrose não se desenvolve.

A osteocondrose da coluna lombar é freqüentemente diagnosticada em pessoas após os 30 anos de idade. O processo degenerativo ocorre após uma violação do metabolismo do sal de água no disco. Como resultado, a estrutura óssea se torna mais fina e frágil. O núcleo pulposo se expande e se move em direção ao canal vertebral. Como resultado, o fluido dentro do canal e os nervos são comprimidos e surge o edema. Isso provoca o aparecimento de sensações dolorosas, disfunção dos órgãos a que pertencem essas áreas.

A compressão faz com que as células ósseas se dividam mais rapidamente e os osteófitos (crescimentos anormais) apareçam nas vértebras. A regeneração do disco é impossível, já que é cartilagem, e portanto a funcionalidade dos órgãos fica ainda mais prejudicada.

A osteocondrose lombar, cujos sintomas e tratamento serão descritos posteriormente, ocorre frequentemente devido ao enfraquecimento do espartilho muscular, por isso é tão importante treinar os músculos da prensa, laterais e costas.

Muitas pessoas se perguntam se a osteocondrose está sendo tratada ou não. Essa doença é mais fácil de eliminar em um estágio inicial.

Grau da doença

A osteocondrose sacral progride gradualmente.

Existem 4 estágios da doença:

  • Grau 1é caracterizado pela manifestação de sensações dolorosas não intensas que aumentam após a atividade física. Freqüentemente, aparece uma dor surda que se irradia para as nádegas;
  • Estágio 2.O espaçamento entre as vértebras é reduzido e elas começam a se decompor junto com os tecidos próximos. Paralelamente, as terminações nervosas são comprimidas. A osteocondrose intervertebral causa uma dor aguda e irradiada. Sensações dolorosas fazem a pessoa inclinar-se para a frente. Isso provoca deslocamento e alongamento dos discos intervertebrais;
  • Osteocondrose de
  • Estágio 3da parte inferior da coluna se manifesta por destruição completa das vértebras e a manifestação de uma hérnia intervertebral;
  • Estágio 4.As vértebras crescem, a cartilagem atrofia e, por causa disso, é difícil para o paciente se mover. A coluna vertebral na região lombossacra perde sua flexibilidade, torna-se menos móvel, muitas vezes o paciente se transforma em uma pessoa com deficiência.

É importante monitorar sua saúde e, quando os sintomas acima aparecerem, inicie o tratamento.

Causas da doença

razões para o desenvolvimento de osteocondrose lombar

A osteocondrose lombar ocorre devido à carga constante e desigual na parte inferior das costas. Às vezes, as causas da doença são auto-imunes. Em alguns casos, a doença é precedida por trauma, especialmente se várias vértebras forem afetadas.

Causas de osteocondrose da coluna lombar:

  • A doença se desenvolve como resultado de forte estresse. Pessoas que estão constantemente envolvidas em trabalhos físicos pesados ​​sofrem com mais frequência.
  • A dor lombar ocorre devido ao excesso de peso. E isso acontece porque a coluna vertebral na zona lombossacra está sujeita a uma pressão constante.
  • Devido à baixa atividade física, a nutrição óssea se deteriora, o fluxo sanguíneo diminui e os músculos enfraquecem.
  • Osteocondrose da coluna lombar, cujas causas são diferentes, freqüentemente se desenvolve devido à postura inadequada. Se uma pessoa se agacha enquanto está sentada, os discos se deformam e se desgastam com o tempo, tudo devido à carga irregular.
  • A osteocondrose geralmente ocorre como resultado de lesões nas costas. Ele pode ser danificado durante o treinamento se o nível do treinamento esportivo for baixo. Para evitar problemas, é importante aprender a levantar objetos pesados ​​de maneira adequada. Você pode machucar as costas durante uma queda.
  • A osteocondrose da coluna lombar é um resultado natural do envelhecimento do corpo e da diminuição da sua capacidade de recuperação. Como resultado, a mobilidade dos discos diminui, eles perdem flexibilidade e, portanto, se deformam.
  • Essa doença geralmente ocorre devido à artrite reumatoide, escoliose e assim por diante.

Em casos raros, a osteocondrose aparece devido à hipotermia, depressão grave, desnutrição, fadiga crônica e más condições ambientais.

Sintomas

Os sintomas da osteocondrose em mulheres e homens são muito semelhantes. A única diferença é que na metade bela da humanidade a doença se manifesta mais cedo. Numa fase inicial, a doença não se manifesta de forma alguma, a pessoa, sem adivinhar nada, vive uma vida plena. No entanto, existem sintomas que podem levá-lo a tomar a decisão certa, que consiste em um diagnóstico completo e uma consulta médica.

como se manifesta a osteocondrose lombar

Sintomas de osteocondrose da coluna lombar:

  • Dor lombar. No início, as sensações dolorosas aparecem após o exercício e, à medida que a doença se desenvolve, tornam-se permanentes.
  • Na osteocondrose lombar, a mobilidade na área afetada diminui. Quando o paciente tenta se curvar, virar ou sentar, há uma forte dor irradiada que se espalha da perna até o pé.
  • Quando os nervos são comprimidos, a sensibilidade das pernas muda (aumenta ou diminui). Às vezes, há uma sensação de queimação ou dormência no membro.
  • A pele da área afetada fica pálida, seca e a temperatura diminui.
  • A separação do suor aumenta, especialmente à noite.
  • Com a osteocondrose da coluna lombar, o funcionamento dos órgãos geniturinários é interrompido.

Estes são os principais sinais de osteocondrose da coluna lombar.

A doença é crônica, mas pode piorar.

Sintomas de osteocondrose lombar na forma aguda e subaguda:

  • lumbago - a dor ocorre após a tensão muscular. Devido ao espasmo muscular, o paciente se inclina para frente;
  • durante a exacerbação, a dor aparece mesmo após movimentos leves. As sensações dolorosas aumentam acentuadamente e irradiam para as nádegas ou perna. A condição do paciente é aliviada quando ele se deita de costas e o membro afetado se dobra no joelho. Após algumas semanas, esses sinais de osteocondrose lombar desaparecem gradualmente, a atividade motora é restaurada e os músculos relaxam;
  • a fase subaguda da doença é caracterizada por uma dor surda, dolorida e irradiada.

Se uma pessoa notou tais manifestações, vale a pena visitar um médico.

Medidas de diagnóstico

métodos para o diagnóstico de osteocondrose lombar

O tratamento da osteocondrose da coluna lombossacra deve ser iniciado após um diagnóstico completo.

Primeiro, um neurologista ou vertebrologista realiza um exame visual com base nas queixas do paciente e apalpa a área afetada do corpo. Se o paciente sentir dor ao sentir certos pontos, a amplitude dos movimentos das pernas diminuiu ou as nádegas estão posicionadas de forma assimétrica, o diagnóstico é confirmado. Além disso, o médico avalia a postura do paciente.

Osteocondrose lombossacral, cujos sintomas são descritos acima, pode ser identificada usando os seguintes testes:

  • A radiografia confirmará mais uma vez o diagnóstico. Este método não pode avaliar a condição da coluna vertebral. As fotos mostram apenas o estreitamento dos orifícios entre as vértebras, o crescimento dos osteófitos.
  • A tomografia computadorizada da parte inferior das costas permitirá estabelecer um diagnóstico e examinar a área afetada em um monitor de computador em um ângulo ou corte diferente. No entanto, a técnica é eficaz no diagnóstico de estruturas ósseas, pois para formações de tecidos moles, incluindo discos vertebrais, é demonstrado o uso de ressonância magnética.
  • A ressonância magnética da coluna vertebral mostra uma imagem completa da condição do tecido ósseo e das estruturas moles na região lombossacra.

Depois de realizar os estudos acima, você pode começar a tratar a osteocondrose lombar.

Métodos de tratamento

Muitos pacientes estão interessados ​​em saber se é possível curar completamente a osteocondrose da coluna lombar. A resposta, infelizmente, será negativa. Se você iniciar o tratamento no primeiro ou no segundo estágio da doença, poderá interromper o seu desenvolvimento.

exercícios para osteocondrose da coluna lombar

Assim, o tratamento da osteocondrose da coluna lombar é um processo longo e complexo que ajuda a atingir os seguintes objetivos:

  • parar a dor;
  • elimina espasmo;
  • fortalece os músculos do abdômen, costas, lados, nádegas e pernas;
  • restaura o fluxo sanguíneo e o metabolismo na área afetada;
  • elimina a inflamação;
  • para retomar a função motora da região lombar;
  • normaliza a sensibilidade nas pernas;
  • melhora a funcionalidade dos órgãos pélvicos.

Tratamento conservador

Comece o processo de tratamento da osteocondrose com o uso de vários medicamentos. São prescritos apenas por médico, pois a automedicação pode ter consequências negativas. O médico pode utilizar vários grupos de medicamentos, somente neste caso, deve-se esperar um resultado positivo.

Os medicamentos são usados ​​para estes fins:

  • Analgésicos usados ​​para aliviar o desconforto;
  • Com a ajuda de anti-inflamatórios não esteróides, a dor radicular e o edema são eliminados. Preparações com hormônios esteróides também são prescritas para osteocondrose. Eles aliviam ou eliminam completamente a inflamação;
  • Como tratar a osteocondrose lombar nos estágios finais é do interesse de muitos pacientes. Os bloqueios paravertebrais são usados ​​para aliviar a dor. Para isso, medicamentos para a dor são injetados na parte inferior das costas;
  • Com a ajuda de relaxantes musculares, você pode se livrar das cãibras musculares;
  • Para restaurar o metabolismo na cartilagem, iniciar processos de regeneração e interromper as alterações distróficas, o médico assistente prescreve condroprotetores;
  • O tratamento da osteocondrose lombar é feito com vitaminas B. Elas melhoram o metabolismo das células, eliminam a inflamação, removem o excesso de líquido;
  • Com a ajuda de medicamentos diuréticos, eles eliminam o inchaço;
  • Drogas imunomoduladoras fortalecem o sistema imunológico;
  • Para melhorar o fluxo sanguíneo na área afetada, o médico prescreve medicamentos que reduzem a viscosidade do sangue. Os medicamentos são injetados na veia com um conta-gotas ou tomados na forma de comprimidos.

Fisioterapia

O uso da fisioterapia pode trazer sucesso no tratamento da osteocondrose. Existem muitos métodos que podem ser aplicados, o ideal será auxiliado por um médico na ausência de contra-indicações. A fisioterapia alivia a dor, alivia os espasmos musculares, ativa os processos metabólicos e de recuperação.

Os procedimentos a seguir são atribuídos para realizar essas tarefas:

tratamento da osteocondrose lombar com métodos de fisioterapia
  • amplipulse.A área afetada é exposta a correntes modulares sinusoidais;
  • sonoforeseé o efeito simultâneo de ultrassom e drogas;
  • terapia diadinâmica- tratamento com corrente elétrica de baixa voltagem;
  • darsonvalization.A área danificada é afetada por uma corrente alternada de baixa intensidade, mas com alta frequência e voltagem;
  • indutotermia- tratamento com campos magnéticos de alta frequência;
  • terapia a laser- tratamento com radiação óptica que vem de um laser.

O efeito curativo desses procedimentos dificilmente pode ser superestimado.

Se você quer saber como se livrar da dor, fortalecer os músculos, relaxar, então deve ser dito que isso pode ser feito com a ajuda de exercícios de fisioterapia. A reflexologia e a massagem só aumentam a eficácia da terapia. As técnicas de massagem e ginástica são realizadas fora do período de inflamação, caso contrário, a doença se agravará. É útil nadar, assim como fazer ginástica na água, caso em que a carga sobre a coluna será mínima.

Tratamento cirúrgico

A cirurgia é uma medida extrema, que só é realizada se os métodos anteriores forem ineficazes e a doença progredir tanto que só assim o paciente pode ser ajudado a voltar à atividade. A intervenção é realizada com alterações significativas do movimento e presença de hérnias intervertebrais. Portanto, é melhor não saber como curar a osteocondrose lombar com um método cirúrgico, por ser considerada a mais radical.

O cirurgião remove as hérnias de disco e fortalece as vértebras que foram deslocadas. Além disso, o médico pode realizar uma operação de fusão espinhal, sua essência reside no fato de que uma parte da coluna vertebral é completamente imobilizada usando uma estrutura metálica especial. Isso é seguido por uma longa reabilitação.

Instruções especiais

dicas úteis para osteocondrose lombar

Se não for tratada, a osteocondrose lombossacral pode inflamar o nervo ciático, o que pode causar dor intensa. Para reduzir o desconforto, a pessoa se inclina para a frente, mas por causa disso, a condição da coluna na área lesada só piora.

A osteocondrose da coluna lombar, cujos sintomas podem ser diferentes, pode causar instabilidade das vértebras. O disco é incapaz de segurar a vértebra e a região lombar é deslocada do sacro devido à compressão. Nesse sentido, a funcionalidade dos órgãos geniturinários fica prejudicada.

Para evitar complicações, você deve seguir as seguintes regras:

  • evite atividades físicas extenuantes;
  • fortalecer o espartilho muscular;
  • mantenha a postura correta;
  • exercício diário;
  • ajusta a nutrição, mantém um equilíbrio entre proteínas, gorduras e carboidratos;
  • aderir a uma rotina de descanso ideal;
  • tratar doenças nas costas nos estágios iniciais.

Você também não deve se automedicar - a doença irá embora o mais rápido possível. Será útil usar um espartilho, o que aliviará a coluna lombar.